“Para o fazer sentar com os príncipes, sim, com os príncipes do seu povo”, Sal.113:8

Os nossos privilégios espirituais são da espécie que cabem à mais alta escala. Fazer sentar com príncipes será fazer entrar na roda da sociedade privilegiada. “A verdadeira comunhão é com o Pai e com o Filho Jesus Cristo”. Falando de sociedade seletiva, não existe companhia mais requintada que nos átrios de Deus. “Sois uma geração escolhida, um povo peculiar, um sacerdócio real”. “Mas tendes chegado ao Monte Sião à universal assembleia e igreja dos primogénitos inscritos nos céus e a Deus, o juiz de todos e aos espíritos dos justos aperfeiçoados e a Jesus, o Mediador”, Heb 12:23,24. Todos os santos têm uma audiência exclusiva: príncipes da maior elite. As figures reais, quando entram a cear com os príncipes, o povo fica de longe observando. Mas os filhos de Deus terão acesso livre aos átrios dos céus. “Porque, por ele, ambos temos acesso ao Pai em um mesmo Espírito”, Ef.2:18. “Cheguemo-nos, pois, confiadamente ao trono da graça”, Heb.4:16. Entre os príncipes existem riquezas abundantes, mas que serão estas riquezas se as compararmos com tudo quanto os crentes receberão oportunamente? “Porque tudo é vosso e vós de Cristo e Cristo de Deus”, 1Cor.3:23. “Aquele que nem mesmo a seu próprio Filho poupou, antes o entregou por todos nós, como não nos dará também com ele todas as coisas?” Rom.8:32. Os príncipes tem um certo poder peculiar. Mas os príncipes dos reinos dos céus terão sempre grande influência: tem um ceptro em seu próprio domínio. Assentar-se-ão no Trono com Jesus, pois Ele “nos fez reino, sacerdotes para Deus, seu Pai, a ele seja glória e domínio pelos séculos dos séculos”, Apoc.1:6. Príncipes têm, também, neles próprios, certas propriedade honrosas. Podemos olhar para as dignidades terrenas desde o posto onde Deus nos colocou e concedeu. Mas que será a grandeza humana se a viermos comprar com isto. “E nos ressuscitou juntamente com Ele e com ele nos fez sentar nas regiões celestes em Cristo Jesus”, Ef.2:6. Partilhamos destas honrarias com Deus e comparando-as com o terreno, nem sequer merecerá
nossa atenção por um momento! Comunhão com Jesus é a mais alta patente de honraria que podemos vir a obter, o maior diadema imperial de todos os tempos. A união com este Senhor, é uma coroa de beleza sem qualquer precedente, brilhando e fazendo transparecer todo o seu brilho com pompa e honra própria dos céus.